Vídeos

Loading...

domingo, 3 de outubro de 2010

Dez Coisas que Você Precisa Saber Sobre CSI

Cinco cientistas especializados em cenas do crime correm Las Vegas para resolver os principais assassinatos na cidade que nunca dorme. Acha que é só isso que existe para saber sobre CSI? Está muito enganado!

1 Provas nunca mentem
O objetivo principal do programa é mostrar como um time de investigadores de Las Vegas, Nevada, resolve os casos da cidade que nunca dorme com base na cena do crime. E se tem uma frase que é dita repetidamente durante os dez anos que série dura até hoje é esta.
2. Assassinos sempre erram
Se tudo o que Gil, Sara, Catherine, Nick e Warrick precisam saber sobre um assassinato está nas evidências da cena do crime, é preciso contar com o poder do assassino de estragar tudo. E ele estraga, mais cedo ou mais tarde. Porque, segundo Gil Grissom, mesmo os mais habilidosos chegam ao ponto em que querem ser descobertos.
3. O que acontece em Vegas...
... permance em Vegas? É este o ditado? Pois esqueça. O trabalho dos cientistas do laboratório criminal é exatamente combater esta afirmação. Muitas pessoas viajam para a cidade achando que podem temporariamente extrapolar os limites sem conseqüências. Mas Gil e sua equipe existem para provar que não.
4. Duas palavras: Gil Grissom
Falando nele, é chega a hora de apresetar o grande protagonista desta atração. Gilbert Grissom é um entomologista - especialista em insetos - que chefia o laboratório há anos. Do tipo intelectual, ele acredita que é possível resolver um crime sem mexer muitos músculos. Apenas analisando dados. O charme do personagem, aliás, vai ser assunto de algumas histórias...
5. A paixão de Sara
Sara Sidle se junta ao time no comecinho da primeira temporada da série, mas já conhecia Gil antes disso, em uma das palestras que ele deu sobre sua especialidade. A moça passa, então, a admirar o chefe e a desenvolver um sentimento mais profundo por ele, que vai ficar em evidência em temporadas mais posteriores.

6. O turno do dia
Gil, Catherine, War, Nick e Sara são a equipe da noite de CSI. Mas existe uma turma do mal: o turno do dia. Liderados por Conrad Ecklie, o outro grupo passou a concorrer com Gil e companhia no número de crimes resolvidos. Jogando sujo, Ecklie não tem medo de enfrentar o colega de trabalho.
7. Jim Brass
Os interrogatórios mais ostensivos das telas norte-americanos talvez pertençam a Jim Brass. O detetive é o braço policial do time - e os ajuda nas questões práticas, já que são todos cientistas sem experiências em extorquir verdades de criminosos, ao menos dos vivos.
8. Os técnicos do lab
Parte importante do dia a dia do laboratório é a equipe de técnicos. David e Greg são os principais, e sempre dão seus palpites nos rumos que as investigações devem tomar - muitas vezes certos. Alguns capítulos da atração, inclusive, são narrados do ponto de vista destes coadjuvantes, e os transformam em protagonistas.
Gil, Catherine, War, Nick e Sara são a equipe da noite de CSI. Mas existe uma turma do mal: o turno do dia. Liderados por Conrad Ecklie, o outro grupo passou a concorrer com Gil e companhia no número de crimes resolvidos. Jogando sujo, Ecklie não tem medo de enfrentar o colega de trabalho.

9. Cuidado com as miniaturas
Uma parte importante do trabalho de cientista criminal - e alguns dos capítulos mais legais da série - é encontrar seriais killers. Muitos seriais killers. O assassino das miniaturas e o juiz Paul Millander são alguns dos principais.
10. Tecnologia é apelido
Garotada, não tente nada do que você vê em CSI em casa. Os procedimentos são coordenados por especialistas com anos de experiência. Sem falar que eles não existem. Cientistas criminais dão, sim, consultoria à série, mas boa parte daqueles procedimentos, como separação de áudio em várias camadas de som, análise de vídeos, busca de suspeitos no banco de dados só com uma foto embaçada do rosto, é fantasia pura.


 AMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL <3

Nenhum comentário:

Postar um comentário